segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Que Dia...


Nos ultimos dois meses, hoje foi o pior dia de sempre... Sem duvida, apartir da meia noite devia ter entrado num sono profundo, daqueles em que só ia acordar daqui a 100 anos...
Para além de ter descoberto certas coisas que me deixaram não sei bem como, que me fizeram dormir mal, ainda tive que levar com um dia de merda, em que choveu todo o dia e estava um frio de rachar.
Como se não chegasse, e não fosse o suficiente olhei para a rua e deu-me uma saudade apertada do ar puro e da neve ++... não é que a minha maezinha me liga logo no momento a seguir eufórica a dizer que estava a nevar?! Choquei! O meu dia ficou completamente cinzento, ainda mais doque o que estava e eu pensei que isso era impossivel.
Esqueçam, hoje estava mesmo impossivel de aturar e pessoas que não tiveram culpa acabaram por levar com o meu mau humor (desculpem :| ) mas outras bem que merecem... (sou bue má)!

Foi a prova provada que Joana Ribeiro também tem dias maus como toda a gente, e que rir não é sinónimo de bem-estar e  humor... Muitas vezes é sinal de "Cala-te e não me chateis!"

A melhor parte do dia sem dúvida para além do meu "entropicanso" na entrada da faculdade e do meu gritinho inconsciente logo a seguir, digno de uma afilhada de uma diva, foi mesmo o facto de ter mobilizado as minhas miguitas de casa a irmos comprar a arvore de Natal e termos enfeitado o nosso mini hall de entrada enquanto ouviamos musiquinhas de natal que a minha mascote Duracell emite xD

ADOREI :)


Mesmo assim, hoje não estou nos meus dias... Não sei porque...

Apenas Escrever...


"Eu fico ali sonhando acordado, juntado, o antes, o agora e o depois..."
   Não sei como nem o que escrever... se estou contente ou simplesmente triste...
Desiludida talvez, nao contigo... não só contigo...
Sempre assim fui, não me lembro de mudar... Será que se nota?
Está escrito na minha testa "Mudei?!"
Não acredito! Simplesmente não acredito!
Não passou muito tempo, ou talvez já tenha passado mais doque aquele a que estavamos habituadas... No fundo era tudo um hábito, um bom hábito...
Sempre me conheces-te pelo que eu era, nao pelo que por vezes demonstrava, sinceramente não acredito que hoje, acredites na minha mudança repentina e tao negativa.
Posso ter mudado de Cidade, de escola, de casa, mas os valores e amizades continuam...

Pára e pensa, não mudei, as circunstância sim mudaram!
Estou Longe, e isso parecendo que nao, é um factor de mudança!

Não me julgues, senta-te só do meu lado...

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Mais um fim de semana...

Não se é bom ou mau o facto de se iniciar mais um final de semana. Por um lado é sinonimo de tempo livre, dormir até tarde, ver televisão, por a leitura em dia, viajar muito pela net nem que não seja ir até ao facebook e virar, estudar alguma coisita,e com um bocado de sorte dar umas saidinhas a noite. De facto também preciso de tudo isto para estar completa, faz parte da vida académica :).
Mas por outro lado, por mais companhia que possamos ter, há mais tempo de solidão, mais tempo pra recordar outros fins de semana passados no nosso lar, no quentinho da lareira e no aconchego dos nossos.
Recordar as saidas com os amigos, as bebedeiras juntos, as aventuras nocturnas...
E até, o bom domingo passado na terrinha, onde muitas vezes tinha que me levantar cedissimo após uma grande noitada só para fazer a vontade a mamã e ir a missinha... a tarde era passada com a primita na converseta ou então a jogar umas belas partidas de sueca ++.
Pois é, sabia bem todos aqueles momentinhos, apesar de a oferta ser pouca e se tornar repetitiva ao longo dos tempos.
Mas defendo que quem nasce com pouco, com ele se contenta... E eu felizmente nasci.
Com o pouco que nasci, aprendi a dar-lhe mais valor. Não tenho vergonha de dizer que raramente fui ao cinema porque não o tinha perto de casa, mas quando ia aproveitava sempre todos os bocadinhos, nem que não fosse andar a jogar as escondidas no meio do auditório, ou então a dar croquetes aos da frente, ou então ia ver desenhos animados com o mano.
Não tinha como vizinho um bar, uma discoteca, e muito menos um shopping, mas o ar puro e a luminosidade da lua e das estrelas, nunca me abandonavam.


Sonho quase tornado realidade :)


Lembram-se de vos ter falado do voluntariado? Pois é... Acho que estou cada vez mais perto de poder fazer aquilo que sempre quis...
Para além de me ter inscrito na faculdade para fazer voluntariado em  babysitting, tive resposta numa instituição cá em coimbra.
Pode não ter sido nada de especial, só ainda me pediram a inscrição, mas só por isso já estou muito feliz.
Já é meio caminho andado, agora até começar mesmo a trabalhar é só mais um passinho!

Que espero sinceramente conseguir o mais rápido possível :) 

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Boleia da Pipoca

Hoje a pipoca decidiu ser querida e veio trazer-me a casa no seu pópó :)

Melhor ainda, conduziu muito beem :D







Parabéns Pipoca, tas uma condutora :)




Estou Feliz, Sou Feliz :)

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Os livros da minha vida...

Hoje, aqui no quentinho da lareira do meu 3ºV, apetece-me partilhar convosco os livros que de certa forma já fizeram parte de mim, onde eu já lhes dei um bocadinho de mim, e já recebi deles...
Sou provavelmente uma das poucas criaturas da minha dentição que "ainda" gosta de romances. Sinceramente podem me chamar de inculta e sem gosto nenhum para a literatura só porque não aprecio os livros históricos e os míticos best-sellers, e até podem ter razão, mas eu cá gosto muito de ler coisinhas simples, que me façam rir e chorar, mas sobretudo que possa aprender algo com eles...
No fundo, histórias de vidas banais, sem vampiros, feiticeiros, bruxas más e muito menos cinderelas, histórias de rua, que podem acontecer a qualquer um...

E como eu sou querida, aqui vos deixo os Livros da minha Vida:

*Lua de Joana - Maria Teresa Maia Gonçalves;

 











*História de Yalda - Yalda Rihimi














*Abandonada - Anya Peters













*A Filha da Minha Melhor Amiga - Dorothy Koomson













*Pedaços de Ternura - Dorothy Koomson














*Lição de Tango - Sveva Casati Modignani














*Procuro-te - Lesley Pearse

 











*Nunca me esqueças - Lesley Pearse




sábado, 20 de novembro de 2010

2 meses de pura intensidade...

Faz preciasamente hoje, dia 20 de Novembro 2 meses que estou em coimbra :)
Obrigado a todos que estiveram presentes nos melhores e nos piores momentos que aqui passei, e espero sinceramente que venham muitos mais...
Coimbra é nossa e sempre há-de ser =)


Obrigado Coimbra pela hospitalidade :)

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

EU FUI :)

Ontem, dia 17 de Novembro fomos dar uma voltinha a Lisboa, mas infelizmente não foi pelos melhores motivos, mas, seja como for, passeio é sempre passeio.
Era suposto termos saido de Coimbra city as 10h da matina, mas como é tradição no bom pais português, já arrancamos ia a ser 12h.
Chegar e não chegar, sempre no pára-arranca, chegamos cedissimo a Lisboa, eram as 16h.
A manifestação começou passado 1h, e quando chegamos a assembleia, eram 17:30h, estava cansada como se estivesse andado a escalar uma montanha, andamos numas correrias malucas... tudo para o parvalhao do homem não nos dar o que é nosso.
Enfim, se no tempo dele não houvesse bolsas não sei como ele a uma hora destas era ministro não sei de quê, ele e os best friends... Devia ter muitos amigos devia...
Com estes pensares...
O meu pai não vende aviões, apesar de as vezes eu gostar de voar... e eu queria acabar o meu cursinho sem 1º ter qe ir estagiar para o jumbo, mas se assim for, que ganhe bem, e que tenha mais que 0,11 cêntimos de desconto no cartão jumbo...
Como se não bastasse não ter adiantado de nada termos ido lá bater o soco, o parvalhão do motorista do autocarro 110 desapareceu, cá pra mim estava feito com o Gago!
Resultado: esperamos eternidades e no final ainda tivems que vir noutro autocarro. Mas o pior era qe o homem estava se a passar e já queria agarrar os cabelos a uma... :o
Yaaa! Foi bue escandaloso xD.
No final, com muita sorte no meio disto tudo conseguimos apanhar o bus pra virmos para casa.
E eu no meio desta confusão ainda consegui estudar alguma coisa, relativamente pouco, mas pronto!

domingo, 14 de novembro de 2010

Mais que uma simples música...

Não sei se vos toca tanto como a mim...
Não sei se vos apetece chorar cada vez que a ouvem...
Não sei se está no vosso top 10 como está no meu...
Não sei se cada palavra entra no vosso coração e sentem qe aquilo já aconteceu, como acontece comigo...
Não sei se vos toca profundamente... não sei...
Uma coisa é certa, quem a ouve não lhe é indiferente!



video



Afinal, há sempre alguém que não esquecemos...

Algo que me faz verdadeiramente feliz...

Hoje senti necessidadade de me sentir útil, mais que todos estes anos, ultimamente estes dias, hoje foi superior...
Após conversar com a pipa acerca do assunto tomei uma decisão que há muito adiava: Vou fazer voluntariado!
A sério, a ideia de que vou ser útil torna-me feliz, muito feliz! Quero ajudar todas aquelas criancinhas que não tiveram a sorte de crescer num meio tao acolhedor e carinhoso como o meu, quero dar-lhes a oportunidade de terem a melhor infâcia dentro dos seus limites, assim como eu tive, posso não poder leva-los a escola, mas ensinarei-lhes tudo aquilo que a minha mãe com paciência e ternura me ensinou nos serões de Inverno à lareira.
Poderei não ter oportunidade de lhes ler histórias para adormecer, mas concerteza terei grandes momentos de leitura e pura imaginação para lhes contar breves contos de vida e partilharei com eles as poucas mas intensivas experiências de vida que já ultrapassei. Posso não lhes oferecer uma boa ceia de natal junto da família biológica cheia de presentes debaixo da árvore tal como eu tenho todos os natais, mas garantidamente lhes vou transmitir o verdadeiro espirito natalício que me foi transmitido a mim, desvalorizando as prendas e a parte comercial e materialista, mas sim dando mais importância ao que nos rodeia nesse dia, que apesar de não se ver, está lá, e podemos sentir na quentura da lareira.
Quero poder dar o carinho e dedicação que já dei e dou a meu irmão, e faze-los sentir tão meus como ele é.
É ao fazer isto que me sinto feliz, hoje tive a certeza disso, e é com lágrimas nos olhos que estou aqui, em frente ao computador a escrever estas palavras que vieram directas do coração para aqui.
Não quero impressionar ninguém, porque o principal já foi impressionado, o meu coração.
Se eu vim à Terra por alguma missão... acabei de a encontrar.
Estou imensamente Feliz :)

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Um minuto de mim... um minuto de ti...

Queria apenas um minuto... Não mais... Um minuto para te puder mostrar mais, mais daquilo que sou e muitas vezes não ves, mais daquilo que sinto e não sou capaz de explicar, mais daquilo que penso e não sou capaz de dizer, mais daquilo que vejo e finjo não querer ver... Mais...
Ou então poder mostrar -te menos... Menos momentos excêntricos e mais carinhosos, menos momentos enérgicos e mais calmos, menos conversas banais e mais conversas sérias, menos extravagância e muito mais simplicidade...
Era apenas um minuto para te poder mostrar a beleza do meu sorriso quando é sincero!
Um minuto para te poder provar como eu sou doce quando quero!
Um minuto para te poder demonstrar que te posso fazer feliz!


Um minuto apenas, não mais para te poder dizer, talvez que gosto de ti...

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Conversar...Só queria Conversar!

É tão simples mas ao mesmo tempo complicado! Hoje, a esta hora, neste preciso momento apetece-me conversar!
Não era falar... Era apenas conversar!
Já faz bastante tempo que não converso, e sem dúvida conversar está me a causar saudades...
Era bom quando passava noites a fio com a minha melhor amiga a conversar, e quando dava-mos conta o tempo tinha passado... Falavamos tanto, ria-mos sem ter fim... Sinto saudades!
Falar virtualmente, não é de todo conversar! Nem para aí caminhar...
Gosto de ouvir as palavras soar...
Gosto de sentir as palavras...
Gosto de ver as expressões...
Gosto de perceber a sinceridade...
Gosto de captar os sorrisos, as sensações...

Gosto tanto de conversar...
Será pedir muito?! Só queria conversar...

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Puro Estado de Hipnose...

A vantagem de termos um objecto de estudo marado a dar-nos as ditas cujas aulas numa dita disciplina de diferencial, é que fazemos cenas estranhas mas ao mesmo tempo interessantes...
Então não é que hoje depois da mini sessão de palmas qe tivemos que o homem insiste em chamar de aula, fomos para uma sessão de hipnose? Mas é que fomos mesmo... não foi brincadeira, embora eu tenha feito lá um belo de um espalhafate inicial.
Depois como comecei a ficar com cagufa e a Teresa não me deu a mão, olha, tive que ficar atenta se não ainda me entrava qualquer coisa pra dentro e começava do nada a imitar galinhas... na...
Com aquele bixo do monte nunca se sabe... mais vale prevenir...
Ao inicio metia bue piada, ouvir a voz sensual do ser, meia desfocada devido a boa qualidade do som e olhar para toda a gente com os olhos fechados.
Opa o que querem? dava vontade de me rir! Sou assim, meia aparvalhada!
Do nada fiquei bue sossegada, comecei a tomar atenção. Aquela coisa tava sempre a inisistir que iamos acabar por fechar os olhos, mas o mais parvo é que eu apesar de ter feito uma força imensa a nível psicológico eles acabaram mesmo por se fechar, e não tou a brincar! Verídico, com estes 2 olhinhos qe os raios dos bichinhos da terra um dia irão comer (belheeec, c'a nojo).
Depois meteu-nos na cabeça, ou lá onde ele nos meteu as coisas, que eu já nem sabia, que o nosso braço direito ia ficar bue pesado e que tinha-mos lá um peso e não sei quê, e eu a cagar bue para ele, na boa com o braço, até que ele começa mesmo a ficar pesado e de repente passa da altura dos ombros para a altura da cintura, e isto em milésimos de segundo! Opa fiz tanta força para tentar ir contra aquela força que vinha não sei de onde, que até agora me doi o raio do braço!
Não sei se foi hipnose ou não, mas que resultou lá isso resultou! E que eu gostei, lá isso gostei!
Só sei, que quando "acordei" estava cheinha de sono, parecia mesmo que tinha estado a dormir, o pior é que queria mesmo dormir mais.
Ãliás, o pior mesmo veio a seguir com  a BELA (MERDA) da frequência de estatística!
Enfim, fritar para quê? Afinal, segundo a Teresa, era apenas Segunda-feira... Coitada essa foi mesmo hipnotisada!

domingo, 7 de novembro de 2010

Fim de semana ou hibernação?!


Parece impossível, Joana Ribeiro passar um fim de semana inteirinho em casa, sim inteirinho!
Sai unica e exclusivamente ontem 5 minutos para ir buscar a minha pen la baixo a pipa, e sai hoje para ir comprar bens de 1ªnecessidade ao meu fiel companheiro jumbo!
E isto pq? Razão obvia, ou então não! Estudar estatística, disciplina malvada que me está a causar sérios problemas mentais.
Sinceramente nem sei se realmente isto foi um fim de semana ou um puro estado de hibernação, onde so vou acordar terça feira a noite!
OMG vou morrer sufocada nesta casa rodeada de Números e formulas que nunca mais parecem ter fim...

Ajuda precisa-se!


sábado, 6 de novembro de 2010

R.I.P

Que bela recepção matinal, ia distribuir o pequeno almoço ao meu doctor e ele já nao estava entre nos...
Oh :( fiquei triste, ainda por cima acho qe morreu por dor na consciência, ele sabia que me estava a dar algum trabalho, e que nesta epoca de frequências esquecia-me um pouco dele... Oh...
Ainda por cima fazia anos amanhã, 1mês juntos :s
Vou distribuir os bens materiais dele pelas instituições...
Sinceramente, acho qe foi a crise que o matou, isto de comer pouco e habitar numa casa pequena deu com ele em doido, coitado, não era deste mundo... era peixe da alta...


R.I.P Doctor :)

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Estatisticamente falando...

Azar dos azares hoje tive que acordar cedo, apesar de não ter aula a sexta feira, o dever chamou-me, ou melhor, quem me chamou foi o despertador! A meio da manhã tive logo que andar armada em James Bond, numa missão impossível, de encontrar o tomazito para me assinar a declaração de como poderia viver rica para sempre... e tirar 20's a estatística! Que sonho!
Pelo menos já nao vou ter que ir lá aquela geringonça militar, se bem que nem me desagrada de todo a ideia de ver umas belas paisagens verdinhas... Contudo ainda conto ir ve-las... mais tarde. Para compensar vou ver é demasiados números, ai, nem quero pensar, já ando a fritar com PEARSON, e a VARIANÇA de clima! Vou precisar muito de calcular o LEQUE para ver se esta AMPLITUDE baixa! Depois é normal que uma pessoa ande por ai espirrar, pudera! O melhor mesmo é tomar CURTOSE, que corta logo o mal pela raiz!
Mas por eu gostar tanto de Estatística ela hoje salvou-me, sim porque se não fosse o DESVIO que eu fiz hoje, possívelmente já estava lá com o KELLEY E O BOWLEY nos andares superiores! Não é que na horinha das limpezas, vá sao mais qe uma simples horinhas, (quando lhe pego é a fundo) caiu o raio da cortina e o varão e o caraças?! Que sorte que ele teve, se cai-se em cima de mim ainda era capaz de se partir, ainda tinha que entrar em descontos!
Ahh, hoje a minha pipoca foi a condução e passou :) que fofa, agora já vai puder matar disfarçadamente aqueles que se atravessarem no nosso caminho e nao nos deixarem passar... ou então que queiram passar primeiro que nós!
Tou farta de ouvir o zumbido daqueles bicíclos lá fora... tristeza de condutores não sabem por as motas no modo silêncio... Quero estudar ya??

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Tanta Brutalidade num dia só...

Tirando a parte de que ia perdendo o bus logo pela manhã, o dia até parecia bastante normal. Digo bem, parecia! Andei tão apressada pela casa inteira, numa de gastar calorias acumuladas que me esqueci do meu melhor amigo nestes ultimos tempos de crise: O maço de lenços!
Resumindo: andei toda a santa manhã a inspirar aquelas coisas horrorosas que prefiro nem pensar, ou então a chular a pati mas essa coitada tava pior que eu...
Como se não bastasse, na hora das 11:30h iamos ter uma aula BASTANTE interessante... e tivemos... foi -nos falado meio à morango do nordeste sobre uns tais jovens adolescentes brasucas e dos seus sérios problemas reais de reais... Coitados... tornam-se marginais e tal... não há cheta! Vocês perguntam e muito bem, e se não perguntam fazem mal, o porquê de este problema muuuuito sério, e agora tou a falar a sério, me interessa a mim (sim, eu só peço por mim, não peço pelos outros xD) como sinhora doctor psicologa do futuro? Nadaa! Ainda por cima não deixou a Machado dar a aula dela que devia ser muito mais interessante e com piadas frescas...
Após um grande assalto de guardanapos na cantina, onde acumulei inúmeras calorias que tinha desgastado de manhã, fui para a LINDA aula de diferencial! Aqui a parte de diferencial resume-se no facto de o objecto humano (ainda em estudo) ser diferente a nível psiquico que os outros, e não ao facto da disciplina ser essa ( se pensaram isso finjam que não o fizeram, é muito vergonhoso, tá na cara! ).
Não é que esta personagem mítica quer hipnotisar nos? OMG! É quase a cena do pito : "Eu disse dá-me o pito! e ela: Nãaaaaao!" é mais ou menos a mesma coisa!
Como nós alunos lindos, não estavamos NADA cansados levamos ainda a forte e feio com estatística, e no final como estavamos a perceber a matéria toda um ser mágico, tipo Luis de matos, aparece na sala com inquéritos sobre almas do outro mundo e coisas parecidas! Digam-me se sou eu que estou a ficar louca! Sim, mas mais...
Na ânsia de me quererem impingir um ser nato de coimbra, hoje alguém me comunicou para o meu bichinho cor de névoa, alguém que supostamente queria conhecer-me... 1ªcoisa estranha: Sabia o meu nome!
Questionei-o acerca de vários assuntos, aliás o assunto era sempre o mesmo! Quem raio era e o que raio queria! O pobrezinho, nao devia perceber muito bem a nossa língua, mas ele ate escrevia... mas maaal :s
E eu tenho fobia a erros --'. Uma coisa ou outra tipo baca, voi! yaa come-se tou-me a cagar! Agora "ipotesse"? WTF? :o mau de mais!
Lá acabou por descobrir no dicionário o significado das minhas perguntas e lá disse que foi um tal que lhe deu o meu número, um tal que nao sei por que ventos se esconde!
2ªcoisa estranha: Supostamente estudava na D.Dinis! Escola secundária aqui da city!
Fiquei rosa chicletxi! Puto ainda por cima!
Mas o raio devia ter nega a geografia, não sabia muito bem orientar-se tava-me sempre a fazer a mesma pergunta e devia ter também problemas de cegueira, batia muito na mesma tecla... coitado!
Apregoava muito a minha beleza, devia querer ficar rico a minha pala... era boa...
3ªcoisa estranha: Disse na hora exacta quando sai do bus, que me tinha visto a sair!
Vou ser sincera, fiquei meia introvertida sem nenhuma vontade de rir, mas pronto liguei a madrinha aflita :s e ela teve um ataque de riso... foi tao querida... Oh pelo menos poupa nos lenços! Ou então não...
Oh finalizando, foi tudo uma graaande coincidencia! Fogo lá se vai a voz de machão do João, e o escândalo da chamada privada da madrinha, e o par de estalos da madrinha Fátima :s.
Opaa a serio ia ser lindo... Deviamos fazer um espectaculo de final de curso: "E agora para petiscar vai um errito?"

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Halloween? Não obrigado...

A pedido de várias fámilias, contando qe uma pessoa é evidentemente uma família, decidi postar algo.
Em plena véspera de Fim de semana, após um longo e intensivo periodo de Latada, já ia eu repousar quando alguém ousa tocar a minha campainha. Espreitei naquela geringonça minuscula mas não vi ninguem, como era de esperar. Por momentos pensei qe fosse uma cena do género "Surpresaaa, trouxe-mos as bebidas", mas nao... Não havia mesmo ninguém. Aliás, havia... a vizinha do lado que me perguntou se tinha sido eu a tocar a campainha! WTF? Ya... ia mesmo ser eu a tocar-lhe a campainha as 23h... Ia pedir sal emprestado... --'.
Reconhi-me no meu cantinho, mas não foi por muito mais tempo. A brincadeira repetiu-se.
Desta vez fui mais acelarada, mas o cenário foi diferente! A imagem da coisinha minuscula era bem mais nitida e representava 2 espécies de abóboras estranhas com uns óculos de sol :s. A minha alma ficou parva, mas os meus maxilares ja doiam de tanto rir... Como se não bastasse, voltaram  a tocar a campainha da vizinha, mas com um bocado de sorte iam ter despesas acrescidas com o ataque cardiaco que ela ia tendo.
Brutalidades a parte... Foi lindo!
Tirando a parte qe na minha terra o Halloween é dia 31, tudo bem!
Resumindo, não lhes abri a porta! Não ha cá pão pra malucos...